Controle social, neste sentido, é a capacidade de uma sociedade em regular os temas que para ela são essenciais. Para isso, ela precisa de mecanismos formais e processos sociais amplos.

É participação social na concepção, gestão e fiscalização das políticas públicas da área, regidas por um marco legal coerente e construído de forma transparente e democrática.

O controle parte da sociedade e tem incidência no padrão de intervenção do Estado nos temas da comunicação, com vistas a regular também a relação dos setores privados com a sociedade em geral.

Controle social não é apenas a existência de espaços formais. É falso que um Conselho Municipal, Estadual ou o Conselho Nacional de Comunicação Social, sozinhos, realizam controle social.  O formalismo restringe a possibilidade de entender o que é que precisa ser controlado.

O controle social não é necessariamente dizer se a emissora a, b ou c mostra um corpo mais coberto ou mais descoberto, se ela mostra uma propaganda que faz isto ou aquilo. Ele está relacionado ao conjunto de ideias que circulam nos meios de comunicação e que podem atravessar a constituição autônoma dos sujeitos democráticos.

A estética de referência da nossa sociedade é ditada pela mídia. A sociedade pode questionar que sejam os meios de comunicação que assumam este papel. O desafio não é apenas dizer às grandes emissoras de TV que têm de produzir um número de horas de programação nacional.

O desafio mais importante é fazer com que a mídia esteja a serviço da construção do país. É legítimo que uma sociedade queira acompanhar o que é veiculado nos meios de comunicação social, percebendo os efeitos desse conteúdo na produção de existência da sociedade e as implicações desse conteúdo no cotidiano brasileiro.

Controle social é o exercício de organização da sociedade para que, como sociedade, faça com que os meios de comunicação possam desenvolver caminhos estéticos, representacionais, que tenham a ver com as nossas vidas.

Fonte: http://comunicacao.pol.org.br/controle-social

Acessem o Portal do Controle Social de Sarandi…e incluam-se, o social agradece!!